O melhor tratamento contra mau hálito

Todos ocasionalmente experimentam halitose (mau hálito). Por isso é importante conhecer o tratamento contra mau hálito. Por exemplo, a respiração matinal é uma condição comum causada pelo fluxo reduzido de saliva à noite (a saliva ajuda a lavar alimentos e bactérias na boca, mantendo a respiração fresca).

Na maioria dos casos isso é considerado normal. No entanto, o mau hálito persistente pode sinalizar problemas dentários ou outros problemas de saúde e precisa ser abordado.

E se eu suspeitar que tenho mau hálito?

Antes de saber sobre o tratamento contra mau hálito, é importante responder uma pergunta: Como você descobre se tem halitose? As pessoas quase nunca conseguem detectar quando a respiração é desagradável porque o nariz se adapta ao próprio cheiro. S

eu dentista também pode ajudá-lo a avaliar se você tem algum problema com a halitose. Dentistas recebem treinamento extensivo na escola de odontologia sobre como identificar e tratar as diversas causas do mau hálito.

Causas da halitose:

  • Higiene dental inadequada
  • Doença periodontal (gengival)
  • Boca seca (xerostomia), que pode ser causada por certas doenças ou medicamentos
  • Infecções do trato respiratório, como infecções na garganta, pulmão e sinusite
  • Doenças sistêmicas como diabetes, doença hepática, doença pulmonar, doença renal e refluxo ácido
  • Fumar cigarros e tabaco para mascar
  • Certos alimentos e bebidas, como cebola, alho e café

Na maioria dos casos, o mau hálito se origina na cavidade oral. Até mesmo uma boca saudável contém milhões de bactérias. As condições quentes e úmidas da boca são um ambiente ideal para que as bactérias prosperem. Sem escovação regular e completa e uso do fio dental, as partículas de alimentos permanecerão na boca, criando um odor desagradável.

A halitose crônica também pode ser um sinal de alerta da doença periodontal (gengiva). A placa, uma película invisível de bactérias, forma regularmente na boca. À medida que a placa se acumula, ela pode criar toxinas que irritam as gengivas, levando a uma infecção que pode levar à perda do dente, se não for controlada. Exames odontológicos regulares podem ajudar a garantir que a doença periodontal seja detectada e tratada precocemente.

Outra causa do mau hálito é a boca seca. A saliva ajuda a neutralizar as bactérias e a lavar as partículas de alimentos. 

Tratamento contra mau hálito

Mau hálito pode ser um sintoma de infecções do trato respiratório, como infecções da garganta, pulmões ou cavidade sinusal. As infecções do trato respiratório geralmente são acompanhadas por sintomas como dor de garganta, febre, nariz entupido, nódulos linfáticos inchados (glândulas inchadas), secreção nasal amarelada ou esverdeada ou tosse produtora de muco. Depois de revisar seus sintomas e histórico médico, seu dentista poderá encaminhá-lo a um médico para tratamento adicional.

Certos alimentos e bebidas também podem causar mau hálito. Alimentos como alho e cebola são absorvidos na corrente sanguínea e, finalmente, expelidos dos pulmões. Mints e bochechos mascaram o odor, mas isso é apenas uma correção temporária. Dieters também às vezes sofrem de halitose.

Em casos raros, a halitose pode indicar uma doença sistêmica subjacente, como diabetes, doença hepática, doença pulmonar, doença renal ou refluxo ácido. Seu dentista pode ajudar a identificar a origem da sua halitose e encaminhá-lo para exames adicionais ou tratamento, se necessário.

Seu dentista realiza um exame completo e histórico médico para determinar a origem da sua halitose. Eles também podem recomendar lavagens orais específicas ou produtos de prescrição médica. Procure logo seu tratamento contra mau hálito!